Morre Lúcia Stefanovich, primeira delegada do Brasil

Ela era delegada em SC desde 1972 e foi a única mulher a assumir a pasta da Segurança Pública no estado.

A primeira delegada do país morreu na madrugada desta terça-feira (7) em Florianópolis. Lúcia Stefanovich, de 69 anos, foi delegada da Polícia Civil em Santa Catarina por 45 anos.

Depois de dois meses internada, Lúcia morreu por volta das 3h no hospital. Ela se recuperava de um acidente vascular cerebral (AVC) sofrido em dezembro de 2016.

Até ter o AVC, ela atuava como delegada na 5ª DP da capital e dizia que tinha nascido para ser policial, por isso não se aposentava.

Lúcia foi a primeira delegada geral do país e única secretária de Segurança Pública de Santa Catarina, entre 1995 e 1998, conforme o governo do estado. Ela também foi quem criou uma delegacia especializada no atendimento a mulheres, na década de 1980.